PUBLICIDADE
Actualidade

Estreia "a solo" de Joana Vasconcelos na Alemanha tem "sabor especial"

06 | 04 | 2019   13.45H

A artista plástica portuguesa Joana Vasconcelos inaugura hoje à tarde a primeira exposição individual na Alemanha, no museu Marx Ernst, em Brühl, e a mostra tem para si "um sabor especial".

Intitulada "Maximal", reúne uma seleção de vinte obras da artista "à volta da obra de Marx Ernst" e com uma "perspetiva sobre o surrealismo", revela Joana Vasconcelos, em declarações à agência Lusa, acrescentando que a exposição resultou de um trabalho de mais de um ano.

"Há 30 anos fiz um InterRail e o meu objetivo era chegar a Berlim. Parei em Madrid, depois parei em Paris, e lá fui visitar o [Centro Georges] Pompidou onde havia uma grande exposição do Marx Ernst [pintor, escultor, artista gráfico e poeta, nascido na Alemanha]. Tirei uma fotografia com a 'Capricorn' [escultura de 1948], que é talvez a sua peça mais importante. Guardei sempre essa fotografia e, curiosamente, três décadas depois, estou a expor ao seu lado", indicou Joana Vasconcelos, sublinhando que, por isso, a exposição tem um "sabor especial".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Esta mete-se em todos os buracos. Deve ter bons padrinhos, porque pelo trabalho em si, que são cópias de ideias de outros artistas, não chegaria lá. Haja Deus, ou haja vergonha da parte desta latoeira que não tem problemas em furar buracos para ela própria , deixando na fila quem há muito deveria ter tido essas oportunidades.
    Losa latoeira | 07.04.2019 | 11.32Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE