PUBLICIDADE
Actualidade

Neurocientista Moran Cerf prevê que próxima guerra mundial será entre 'hackers'

06 | 04 | 2019   17.21H

O neurocientista Moran Cerf trabalhou na prevenção de ciberataques, para o governo israelita, durante uma década, e prevê, por isso, que a próxima guerra mundial será entre grandes 'hackers', disse hoje em entrevista à agência Lusa.

O especialista franco-israelita, que hoje fez uma intervenção na 10.ª edição da TEDx Porto, sobre até que o ponto o ser humano deve confiar no seu cérebro, "nunca ouviu falar de Rui Pinto", o 'hacker' português que se encontra detido pelas autoridades, mas de uma coisa afirmou ter a certeza: "os 'hackers' movem-se por interesses particulares".

O que começou por ser uma atividade de "miúdos que queriam melhorar a sua pontuação nos jogos de computador", segundo Moran Cerf, "tornou-se numa arma, não aquelas usadas pelos países nos confrontos bélicos, mas a que se recorre para interesse particulares".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • Muita da inteligência ao serviço dos EUA têm tido origem em cérebros importados de outros países, mas com o crescimento da China, deverá ser em breve este o país mais inovador e não me espanta que esteja aí o futuro.
    Zé da burra o alentejano | 06.04.2019 | 19.47Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Então já perdeste. Os americanos não têm cérebro.
    Dono dos Burros | 06.04.2019 | 17.52Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE